A renúncia do Papa

terça-feira, 21 de maio de 2013


O mundo ficou chocado quando no dia 11 de fevereiro deste ano, o papa Bento XVI deu a noticia que iria renunciar ao seu cargo. Após sua palavra de renuncia sites e noticiários de todo o mundo começaram a perguntar o porque desta atitude tão inusitada. Afinal, esta situação aconteceu da ultima vez em 1414 com o então papa Gregório XIII. Muitas são as perguntas sobre este ato de Bento XVI mas poucas são as respostas. Dizem que por causa de sua idade, 85 anos, se sente muito cansado, pois afinal de contas está em idade avançada. Outro motivo seria por causa da politicagem dentro do Vaticano, o que também o deixou muito estressado e cansado. Como disse anteriormente as perguntas são muitas, mas as respostas são poucas. O fato é que no dia 28 de fevereiro, às 20 horas, o líder da Igreja Católica Romana vai deixar sua posição e entregar a outro. E aí surgem mais perguntas: quem será que tomará seu cargo? Como ele será? De que país? Se tem representante até mesmo aqui do Brasil. O fato é que, por incrível que pareça, isto causou um certo tipo de medo entre as pessoas. Digo, de todas as pessoas, tanto as que são católicas quanto as que são evangélicas. Por que? Porque é claro, estão pensando no fim dos tempos. 

Apocalipse está sendo o livro preferido de muitas pessoas agora. Principalmente o capítulo que diz sobre a besta e seus chifres. Uma coisa é fato: Jesus está voltando sim. E isto ninguém pode negar! Os sinais que Jesus mesmo predisse estão mais que cumpridos. Fome, pestes, terremotos, e outros sinais que Ele disse e que estão escritos nos evangelhos como por exemplo em Mateus 24. E no meio disto tudo, surge uma questão mais do que importante, digo que até crucial. Uma pergunta que ninguém esta fazendo: se estamos caminhando para a volta de Jesus – o que é um fato – como estamos diante deste acontecimento? Quero dizer, como Jesus nos encontrará quando a trombeta soar? Porque diante de tantos acontecimentos, como quedas de meteoros, lugares com tormentas naturais, doenças e problemas políticos, ainda assim nos esquecemos de que a trombeta soará de forma possante. 

Jesus disse que isto seria em um abrir e fechar de olhos. Pare um pouquinho e pisque seus olhos agora. O arrebatamento será assim. Hoje a igreja está cheia de situações complicadas. Vemos a falta do amor. A fé de muitos esfriando. A esperança já não existe mais. Queremos muito a doutrina do ter e não mais a do ser. Nos rotulamos como pertencentes a igreja tal ,mas não como cristãos. Por  quê? Uma pergunta que precisa ser respondida por cada um de nós intimamente. Não quero ser chato aqui, pois este não é meu intuito. Mas preciso fazer uma pergunta muito séria e importante: estamos preparados? Quer dizer, como estamos como igreja, ou como indivíduos para este momento tão importante da história do homem? 

A palavra preparar quer dizer ”aprontar-se antecipadamente”. Isto é, fazer os preparativos de nossa vida antes que o arrebatamento aconteça. E quando penso nesta palavra me vem ao coração o texto de Amós 4: 12 que diz: “Portanto, assim te farei, ó Israel! E, porque isso te farei, prepara-te, ó Israel, para te encontrares com o teu Deus.” Estar preparado quer dizer estar pronto para aquele dia. 

Quero convidar você a fazer uma profunda reflexão sobre sua vida e ver se está pronto para aquele dia. E se não estiver, ainda há tempo para isto! 

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores de Cristo

 
Blog do Pastor Jessé © 2013